Notícias

Artistas Zildjian® introduzidos ao cast em 2016: Caio Cunha.
09/11/2016

Dando sequência as publicações iniciadas há algumas semanas com os artistas que foram introduzidos à família Zildjian® em 2016. Hoje falaremos sobre nosso o artista Caio Cunha, que desde que assumiu a bateria de uma das maiores bandas do cenário rock/hardcore do Brasil, o Raimundos, tem se dividido entre suas duas grandes paixões: a música e sua profissão como dentista no Distrito Federal. Em seu relato, Caio conta um pouco sobre suas fontes de inspiração, histórias e realização de um sonho antigo que era entrar para a Zildjian®.

Caio Cunha iniciou seus estudos de bateria muito jovem, influenciado por sua mãe, violonista de MPB. Ao contrário dela, os seus estudos foram voltados para o thrash metal e hardcore. Aos 12 anos formou sua primeira banda, muito influenciada pelo Sepultura, e gravou sua primeira fita demo. Já no ano seguinte começou a tocar em pequenos festivais e bares de rock na cena underground passando pelas bandas covers Pearl Jam e Rage Against the Machine, fazendo vários shows dentro e fora de Brasília, o que deu visibilidade na cena underground da região Centro-Oeste. Tocou também na banda Sapatos Bicolores, gravou dois álbuns lançados pela Monstro Discos e antes de entrar para o Raimundos, tocou com a banda de hardcore Deceivers.

Atualmente, o Raimundos tem contrato com a Som Livre, uma das maiores gravadoras do Brasil, e está em turnê comemorando 20 anos de estrada.

1) Quais pratos você usa no seu setup?
Da esquerda para direita:
* HiHat New Beat 14"
* Crash A Custom Medium Crash 19"
* Zil Bell 9,5"
* Ride A Mega Bell 21"
* Crash A Custom Projection 20"
* HiHat A Custom Mastersound 14"
* Oriental China Trash 18"
* Crash A Custom 18"

2) Fale um pouco sobre a sonoridade dos seus pratos.
As palavras que definem meu set é peso e brilho. Raimundos exige uma forma de tocar agressiva. Por isso os pratos têm que ser pesados e resistentes. Porém, eu gosto de uma sonoridade com mais brilho. Na série A Custom encontrei esse equilíbrio. E como eu gosto muito do "Ping" do Ride, peguei o Mega Bell e o Zil Bell que são incríveis.

3) Como foi a sua entrada para à família Zildjian®?
O Raimundos sempre teve um bom relacionamento com a Pride. O Marcos Brandão, o Marcão, sempre recebeu a gente muito bem, e o meu namoro com a Zildjian® sempre existiu, só q era unilateral, só da minha parte, rs. Após alguns anos de boa convivência, criei coragem e conversei com Marcão sobre essa possível parceria. Eu juro que já esperava um não logo de cara. Mas pra minha surpresa, ele disse que ia me ajudar, ia fazer a "ponte", apesar de já falar da seriedade da empresa, como seria o trabalho e que não era fácil conseguir. Na sequência fui apresentado pro Marcelo Juliani, pra quem enviei o release em português/inglês, 3 vídeos tocando um hardcore doido e meu set. Esse material foi enviado para a Zildjian® USA, isso foi em Novembro de 2015. Até Maio de 2016, nenhuma resposta tinha sido passada pra nós, já estava completamente desacreditado, comecei a sondar marcas menores, já tinha até parado de rezar, rs... Mas em Junho, num abençoado dia 17, o Marcelo mandou um email dizendo que a Zildjian® tinha dado sinal verde pra 8 pratos. Coincidentemente, na semana seguinte, a gente estava indo tocar em Nova York e Boston e a fábrica da Zildjian® está localizada a 100 km do local de um dos shows. Condição perfeita pra fazer uma visita e começar com o pé direito essa parceria. A recepção que tivemos lá foi maravilhosa, o set foi testado e escolhido a dedo, o contrato também foi assinado lá. É um lugar perfeito pra qualquer baterista visitar, tem muita história ali, muita raridade, é praticamente um museu. Tudo começou em 1623, a Zildjian® vai fazer 400 anos.

4) Você tem alguma história com a Zildjian®?
Acho que todo baterista tem uma história ou pelo menos o sonho de ter um prato Zildjian®. Em 1997, eu tinha 16 anos (tocava há cinco anos bateria) e ganhei uma viagem pra Disney. Nunca tinha tido um prato Zildjian®, e vi uma grande oportunidade de ter. Então, enquanto todos se esbaldavam com comidas, bebidas e guloseimas americanas, eu ficava quietinho na minha só passando vontade. Mas quando fui numa loja de instrumento musical, foi a vez de me esbaldar. Comprei Crash série K, China Avedis, Splash Avedis e um case. Os dois últimos tenho até hoje (Vide foto). Lembro que saí de lá muito feliz, sonho realizado!!!

5) Quais os trabalhos mais desafiadores para você?
Raiumundos é uma banda que tem como filosofia a simplicidade. A ideia é sempre simplificar, não dificultar. Porém, tem momentos que me sinto desafiado. Em grandes festivais, em que a adrenalina está a mil, tocar no tempo certo, sem acelerar, é um grande desafio para mim. Por isso, depois de muita conversa, estamos vendo que realmente tocar com click é essencial. O acústico que será gravado em Novembro de 2016, vai ser todo clicado e vamos levar isso pro show normal também. O desafio é não deixar o show muito mecânico, muito plastificado, já que o Raimundos é uma banda muito visceral. A ideia é ter variações de andamento dentro da música para contornar isso. Temos que testar.

6) Quais são suas fontes de inspiração?
Iggor Cavalera (Sepultura), Danny Schuler (Biohazard), Dave Abbruzzese (Pearl Jam), Sean Reinert (Death - album Human), Carter Beauford (Dave Mathews Band), Txotxa (Maskavo Roots), Fabrício Cinelli (DFC).

7) O que você diria para quem quer se tornar um baterista profissional?
Estude bastante, seja focado, acredite em você e corra atrás dos seus sonhos!

Na próxima semana você confere nosso último artista da série. Fique ligado!

Para conferir de perto toda a linha de pratos Zildjian® consulte nossa lista de revendas oficiais Zildjian® e credenciadas pela Pride Music em todo o Brasil, escolha a mais próxima de você ou de sua predileção e faça o seu test-drive!

Para mais informações sobre toda a linha de pratos e acessórios Zildjian® disponível ao nosso mercado, acesse o site oficial da Zildjian® no Brasil exclusivo em português.

 
Prefira sempre produtos originais e importados legalmente, pois eles são a garantia de sua satisfação.
Clique aqui e saiba onde encontrar um equipamento 100% legal.

Últimas Notícias:

14/11/2017: Zildjian® Low Volume L80 nas escolas!

06/11/2017: Um especial Zildjian® celebrando os 100 anos de Buddy Rich!

18/10/2017: As novidades que a Zildjian® apresentou na Expomusic 2017!

02/10/2017: A Zildjian® em contagem regressiva para a Expomusic 2017!

20/09/2017: Conheça os novos Kits da Zildjian® para: Rock, Country, Gospel e Worship.

+ notícias