Notícias

Conheça os artistas brasileiros Zildjian® que usam a linha Kerope em seu set-up!
18/08/2016

Hoje falaremos sobre os pratos que se tornaram "objeto do desejo" de bateristas em diversos estilos musicais. A série Kerope foi lançada em 2014 e desde então, tem sido um sucesso entre os bateristas que "buscam" a sonoridade clássica dos pratos antigos, na música atual.

A família de pratos Kerope foi desenvolvida de forma artesanal, seguindo um processo de 14 passos que reúne técnicas adquiridas em quase 400 anos de experiência na fabricação de pratos. O nome da linha é uma homenagem a Kerope Zildjian®, que esteve no comando da empresa entre 1865 até 1909. Com uma sonoridade ímpar, extremamente musical, os pratos Kerope são muito versáteis e indicados para diversos estilos, passando pelo pop, blues, samba, country, gospel, bossa nova e jazz.

Convidamos os artistas Zildjian® Brasil que elegeram a linha Kerope em seus set-ups para uma breve entrevista, onde eles contam um pouco mais sobre seus trabalhos realizados ao vivo e em estúdio.

Abaixo você confere com exclusividade os vídeos produzidos por eles em diversas performances, onde podemos conferir o som de seus set-ups de pratos Zildjian®.

Giba Favery atua profissionalmente como baterista desde os 16 anos. Estudou bateria na: Drummers Collective (New York), na Berklee College of Music (Boston), no conservatório Souza Lima e no CLAM (Zimbo Trio), onde também foi professor por seis anos. É bacharel em percussão popular pela FAC-FITO, pós-graduado em música popular brasileira e mestrando em performance pela Unicamp. Atualmente leciona na EM&T, onde desenvolveu e coordena o curso do IP&T (Instituto de Percussão e Tecnologia) desde 2000. Também é professor de instrumento na Faculdade Cantareira, sob a coordenação do baterista americano Bob Wyatt.

Quais pratos da linha Kerope, você usa em seu set-up?
18" Crash Ride
19" Crash Ride
20" Crash Ride

Fale um pouco sobre a sonoridade dos seus pratos e da linha Kerope.
Os Kerope, tem um timbre que me remete a sonoridade dos pratos antigos fabricados pela Zildjian® da década de 30 até o fim dos anos 60. Eles possuem uma definição e controle muito bons, com um decay médio-longo. A cúpula tem um volume menor em relação as outras series. O timbre é dark, ou seja mais grave, o que o torna um prato bem versátil, atendendo diferentes contextos musicais. Uma das características mais marcantes dele é o fato que podemos utilizá-los como crash e ride, o que confere uma grande versatilidade com possibilidades de timbres diferentes na alternância de condução e ataque.

Você usa seus pratos em quais trabalhos/estilos musicais? Indique também outros estilos que a linha Kerope poderia ser usada.
Eu uso para tocar jazz e música brasileira, entretanto o ride de 20 já faz parte do meu set-up para diversos contextos. Comecei recentemente a usá-los para tocar fusion e pop mais acústico, eles me atendem muito bem quando a dinâmica deve ser mais controlada.

Com quais pratos e linhas da Zildjian®, que a linha Kerope combina? (Pensando em um set-up ideal).
Para mim os Kerope combinaram muito com bem com a linha K, montando um set-up dessa forma:
14" New Beat HiHat
10" e 12" K Splash
18", 19" e 20" Kerope Series
17" e 18", K Series

Qual ou quais pratos da linha Kerope você ainda não tem, mas que gostaria de ter em seu set-up?
22" Crash Ride

Junior Vargas teve seu primeiro contato com a bateria aos 9 anos e aos 15 anos passou a tocar com as bandas de Rock e Pop. Além de fazer shows, gravações e clínicas por todo Brasil, trabalha como sideman acompanhando artistas de diversos segmento.

Quais pratos da linha Kerope, você usa em seu set-up?
HiHat 14" e 15"
Ride/Crash 18", 19", 20", 22"

Fale um pouco sobre a sonoridade dos seus pratos e da linha Kerope.
São pratos maravilhosos, com uma sonoridade única, realmente muito parecido com os pratos dos mestres Tony Willians e Elvin Jones na década 50/60 . Quando toco meus Kerope, consigo ter os timbres que sempre sonhei, e me ajuda produzir minha música com mais identidade e paixão.

Você usa seus pratos em quais trabalhos/estilos musicais? Indique também outros estilos que a linha Kerope poderia ser usada.
Por ser um baterista que faço vários trabalhos distintos, consigo encaixar em vários estilos, mais uso muito em Jazz, bossa nossa, samba e fusion.

Com quais pratos e linhas da Zildjian®, que a linha Kerope combina? (pensando em um set-up ideal).
Combina muito com a linha K, K Custom e Constantinople.

Qual ou quais pratos da linha Kerope você ainda não tem, mas que gostaria der ter em seu set-up?
Estou com o set-up que sempre sonhei, no momento estou satisfeito... Estou maquinado Kkk!

Williams Mello começou a tocar aos 7 anos de idade, após duas aulas com seu primo Nilson, iniciou sua carreira tocando na igreja. Recentemente, acompanhou a cantora funk/pop "Anitta", gravou o primeiro DVD da cantora, intitulado "Meu Lugar" (Warner). Acompanhou o cantor "Alexandre Pires" (2007-2012), e trabalhou com diversos outros artistas. Foi baterista do programa "Esquenta" (Rede Globo), e sempre que solicitado, atua no programa The Voice Brasil. Atualmente, Williams é baterista do cantor de samba/pagode "Mumuzinho", com quem tem feito shows por todo Brasil.

Quais pratos da linha Kerope que você usa em seu set-up?
Atualmente uso um Crash/Ride 20", e tenho gostado demais!

Fale um pouco sobre a sonoridade dos seus pratos e da linha Kerope.
Realmente é uma sonoridade que nos faz lembrar dos antigos pratos da linha "K". Altamente versátil, e com uma freqüência que se destaca em nas mais variadas situações.

Você usa seus pratos em quais trabalhos/estilos musicais? Indique também outros estilos que a linha Kerope poderia ser usada.
Na maioria das vezes, uso em situações voltadas para o jazz ou samba/jazz. Mas recentemente, tenho usado como "crash" em algumas gravações de pop/rock, e o resultado tem sido bem interessante!!!

Com quais pratos e linhas da Zildjian®, que a linha Kerope combina? (Pensando em um set-up ideal).
Me agrada muito a combinação do pratos Kerope com os Constantinople!!! Parece que um completa outro!

Qual ou quais pratos da linha Kerope você ainda não tem, mas que gostaria de ter em seu set-up?
Pretendo ter o Crash/Ride de 22" e o HiHat de 15".

Zé Eduardo Nazario teve o piano como seu primeiro instrumento até ganhar noções de bateria e percussão, por volta de 1962, quando aos 12 anos de idade ganhou uma bateria e montou seu primeiro trio. Desde o final da década de 90, segue sua carreira solo entre atividades como professor, projetos, gravações e fazendo apresentações pelo Brasil. Atualmente acompanha o guitarrista norte-americano John Stein.

Quais pratos da linha Kerope que você usa em seu set-up?
Atualmente tenho um Ride de 20", um Crash Ride de 18" e um HiHat de 14".

Fale um pouco sobre a sonoridade dos seus pratos e da linha Kerope.
A linha Kerope é fruto de um trabalho da Zildjian® para recriar a sonoridade dos antigos pratos K que eram fabricados em Istambul, muito apreciados por grandes bateristas de jazz nas décadas de 1950 e 1960. Quando a Zildjian® comprou a patente dos pratos K de Istambul, na década de 1970, (esclarecendo que K era a letra inicial de Kerope, que era o dono e artesão que fabricava esses pratos em Istambul, na Turquia), passou a produzir pratos que ficaram conhecidos como K Zildjian, em uma infinidade de modelos, com aquela estampa com a letra K. No entanto, as ligas de metal, mesmo produzindo um som de altíssima qualidade, não eram exatamente iguais às do antigo K produzido na Turquia. Esse trabalho que foi desenvolvido e teve seu lançamento em 2014, a linha Kerope, conseguiu trazer de volta a combinação da fusão de metais e a sonoridade daqueles pratos tão apreciados por bateristas como Elvin Jones, Tony Williams, Mel Lewis e tantos outros. A sonoridade de meus pratos em particular é fruto de uma escolha pessoal, pois cada um desses pratos possui um som único, então procuro encontrar nos pratos que uso aqueles timbres que me agradam mais, com boa definição para condução e ao mesmo tempo uma articulação e um "spread" que possibilitem alterar a dinâmica do pianíssimo ao fortíssimo, com pleno controle.

Você usa seus pratos em quais trabalhos/estilos musicais? Indique também outros estilos que a linha Kerope poderia ser usada.
Ao longo de mais de 50 anos de carreira como baterista, toquei muitos estilos de música em trabalhos profissionais que realizei, o leque é bem extenso, mas dedico atualmente boa parte de meu foco na música instrumental brasileira e no jazz, ao vivo e em estúdio, além de minha atividade como professor. Nada impede que se use esses pratos em outros estilos, mas eles foram criados para reproduzir aquela sonoridade específica que os tornou tão desejados pelos músicos que trabalham com a música criativa, onde os pratos são a impressão digital de cada baterista.

Com quais pratos e linhas da Zildjian®, que a linha Kerope combina? (Pensando em um set-up ideal).
Gosto de combinar os Kerope com os K Constantinople, que também foram criados, desenvolvidos e designados para uma função semelhante.

Qual ou quais pratos da linha Kerope você ainda não tem, mas que gostaria de ter em seu set-up?
Creio que os Kerope de 19" e 22" completariam meu set-up para as mais variadas ocasiões.

A linha Kerope conta com pratos de 18", 19", 20" e 22", que podem ser usados como crashes ou rides, e dois modelos de HiHats de 14" e 15". Todas as peças fabricadas vêm com o peso escrito à mão na parte inferior da cúpula, o que garante a exclusividade de cada modelo que sai da fábrica.

Para mais informações sobre toda a linha de pratos e acessórios Zildjian® disponível ao nosso mercado, acesse o site oficial da Zildjian® no Brasil exclusivo em português.

 
Prefira sempre produtos originais e importados legalmente, pois eles são a garantia de sua satisfação.
Clique aqui e saiba onde encontrar um equipamento 100% legal.

Últimas Notícias:

14/11/2017: Zildjian® Low Volume L80 nas escolas!

06/11/2017: Um especial Zildjian® celebrando os 100 anos de Buddy Rich!

18/10/2017: As novidades que a Zildjian® apresentou na Expomusic 2017!

02/10/2017: A Zildjian® em contagem regressiva para a Expomusic 2017!

20/09/2017: Conheça os novos Kits da Zildjian® para: Rock, Country, Gospel e Worship.

+ notícias