Artistas

Conheça os artistas brasileiros que usam Zildjian.

 

Athos Costa

 

Boka

 

Caio Cunha

 

Christiano Galvão

 

Cláudio Infante

 

Dinho Gonçalves

 

Dinho Leme

 

Duda Neves

 

Edu Vianna

 

Eduarda Henklein

 

Fabiano Manhas

 

Fred

 

Gabriel Azambuja

 

Gel Fernandes

 

Giba Favery

 

Guilherme Martin Cersosimo

 

Guto Goffi

 

Haroldo Ferretti

 

Igor Cavalera

 

Igor Willcox

 

Jean Dolabella

 

Jorge Gomes

 

Jorginho Gomes

 

Junior Vargas

 

Leo Rodriguez

 

Luis F. Capano

 

Marco da Costa

 

Max Kolesne

 

Pascoal Meirelles

 

Paulinho Fonseca

 

Pupillo

 

Rafael Barata

 

Ricardo Confessori

 

Robertinho Silva

 

Rubén Zúñiga

 

Sallaberry

 

Thiago Nogueira

 

Tito Oliveira

 

Williams Mello

 

Zé Eduardo Nazario

Dinho Gonçalves

Dinho Gonçalves iniciou sua carreira aos 14 anos e, aos 16 já era profissional, tocando bateria em bailes. Formou-se pela Berklee College of Music em arranjo, composição e regência. Estudou piano com Aparecida Giacobi e Fausto de Paschol . Nos Estados Unidos, trabalhou com Paul Winter, Kenny Burrel, Richard Davies, Willy Bobo, e Patato Valdez. Trabalhou também c/ músicos africanos como Mustapha Tettey Addy, Felipe Mukenga, e Ray Lema. Morou na África, onde aprendeu os segredos da música e instrumentos africanos. Percorreu todo o continente por um período de dois anos. No norte da África aprendeu as técnicas e usos dos intrumentos árabes. Viajou para a Índia e Coréia do Sul com o Grupo Batá-Kotô, nas comemorações dos 600 anos da independência coreana. Esteve em países europeus como Itália, Portugal (onde morou), Suíça, Suécia, Espanha, França e Alemanha. Ministrou work-shops e clinicas em:
- Itália -- Consevatório de Milão.
- Alemanha --- Universidade de Stuttgart.
- Cuba --- Universidade Nacional de Cuba.
- Argentina --- Associação dos Músicos.

Percorreu a América do Sul tocando com Fred Feld, conhecendo diversas capitais. Esteve na Jamaica, e também em Barbados, Curaçao e Porto Rico.
Paticipou do Festival internacional de dança em Lyon na França.

Trabalhou no Equador com o Grupo Chaski de música folclórica.
Em 1964 ganhou o prêmio baterista revelação dos festivais de bossa-nova com o grupo “Sambessa Trio”, promovido pelo jornal Folha de São Paulo.

Foi apontado pela Zildjian como baterista mundial, junto com Airto Moreira, Robertinho Silva, Paschoal Meireles, Zé Eduardo Nazario.
Trabalhou e gravou com os seguintes músicos:
Johnny Alf – Cauby Peixoto -- Eduardo Gudin -- Renato Teixeira – Ângela Maria – Giba Favery -- Elza Soares --Sá e Guarabira -- Pery Ribeiro -- Elba Ramalho -- Banda 4º Mundo -- Hermeto Paschoal -- Moacir Peixoto -- Sonia Santos -- Maria Odete -- Rosa Maria -- Beto Escala –Abilio Manoel – Manfredo Fast -- Oliveira e seu Black-Boys – Tito Madi -- Rita Lee – Eduardo Araújo – Toquinho – Originais do Samba -- Martinho da Vila -- Pancho Morales. Banda Heartbrakers --- Lucio Gatica--- Paulo Moura --- Laura Finokiaro---Sandra de Sá--- Cláudio Zoli---- Booker Pitman --Alaide Costa --- – Eliana Pitman--- Grupo Bendegó
Grupo Mandahlodin.---Grupo Woyekê (criado e dirigido p/ 10 anos)--Dinho & Cia.--- Grupo Linha Dez --- Fafá de Belém --- Maria Farinha ( participação no CD mais recente – 2006).

Atualmente trabalha com a Banda Havana Brasil, Os Mensageiros (MPB,salsa e afro) O Grupo de Percussão e voz ! Iyá-Batá.
Leciona bateria e percussão no Conservatório Souza Lima
Leciona música na Faculdade de Teologia.
Trabalha em gravações de estúdio .
Tem seis vídeo-aulas lançadas sobre ritmos e instrumentos brasileiros e latinos.
Um método de pandeiro e ritmos caribenhos.
Viaja o Brasil ministrando work-shops e clinicas de bateria e percussão.
Atua também como free-lancer
É endorser da Zildjian – Pearl (bateria) -- Michael (congas).

Site:
www.mestredinho.com