Artistas

Conheça os artistas brasileiros que usam Zildjian.

 

Athos Costa

 

Boka

 

Caio Cunha

 

Christiano Galvão

 

Cláudio Infante

 

Dinho Gonçalves

 

Dinho Leme

 

Duda Neves

 

Edu Vianna

 

Eduarda Henklein

 

Fabiano Manhas

 

Fred

 

Gabriel Azambuja

 

Gel Fernandes

 

Giba Favery

 

Guilherme Martin Cersosimo

 

Guto Goffi

 

Haroldo Ferretti

 

Igor Cavalera

 

Igor Willcox

 

Jean Dolabella

 

Jorge Gomes

 

Jorginho Gomes

 

Junior Vargas

 

Leo Rodriguez

 

Luis F. Capano

 

Marco da Costa

 

Max Kolesne

 

Pascoal Meirelles

 

Paulinho Fonseca

 

Pupillo

 

Rafael Barata

 

Ricardo Confessori

 

Robertinho Silva

 

Rubén Zúñiga

 

Sallaberry

 

Thiago Nogueira

 

Tito Oliveira

 

Williams Mello

 

Zé Eduardo Nazario

Pascoal Meirelles

Formou em 1966 o grupo Tempo Trio, com o qual gravou um LP para a Odeon. No ano seguinte mudou-se para o Rio de Janeiro, convidado para participar do grupo de Paulo Moura, tendo atuado também em shows e gravações com vários outros artistas.

Em 1974, ao lado de Simone, Tenório Jr, Chiquito Braga e João de Aquino formava o grupo Festa Brasil, que excursionou pelos EUA. Em 1975, obteve bolsa de estudos para Berklee, onde estudou até 1979, época em que atuou em clubes de jazz e participou do espetáculo "Saravá", apresentado na Broadway, além de ter gravado o álbum duplo "Terra Brasilis", de Tom Jobim.

Após sua volta ao Brasil, tocou por mais de 10 anos com Gonzaguinha e trabalhou com Hélio Delmiro, Wagner Tiso, Chico Buarque, Edu Lobo, Luís Bonfá, entre muitos outros. É um dos fundadores, junto com Mauro Senise, do grupo Cama de Gato, aclamado pela crítica como o mais bem sucedido grupo instrumental brasileiro dos ano 80. Com o Cama de Gato, Meirelles já se apresentou em festivais e palcos do Brasil, Espanha, França, Bélgica e EUA.

Paralelamente, o músico deu início em 1981 a sua carreira solo, tendo lançado o disco "Considerações a respeito". Em seguida vieram "Tambá" (1983), "Anna" (1987) "Paula" (1992), "Forró Brabo" (1998) e "Considerações", um CD compilação dos melhores momentos dos três primeiros trabalhos. "Paula" e "Considerações" foram ambos indicados para o Prêmio Sharp.

Entre 1994 e 1996, participou como professor do Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasilia, ministrou treze workshops na Dinamarca e Suécia e fez dois concertos no Kopenhagen Jazz House. Em 1996, deu cursos nos Festivais de Ouro Preto, em Minas Gerais, e em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, durante o II Encontro Latino de Percussão.

Gravou a trilha composta por Edu Lobo para o filme "Guerra de Canudos", executando percussão clássica com orquestra de câmera. Deu aulas no Berklee Percussion Festival, em Boston, e lecionou também no I Festival de Música de Natal.

Em 1999, apresentou-se com Paulo Moura em Roma, Milão, Tel Aviv e Jerusalém, tocou com o grupo do trumpetista Claudio Roditi no Bern Jazz Festival na Suíça e deu workshops na Suécia.

Seu projetos mais recentes foram o lançamento do Cd "Forré Brabo", a gravação de um cd TOM ( tributo aoi Samba jazz) com Nelson Faria (guitarra) e Alberto Continentino (baixo), gravações com Ed Motta e a participação na série Tributos do Jazz no CCBB em 2001 e 2002.

Em 2002 encerrou, ao lado de Robertinho Silva, o Festival Latino Americano de Musica Instrumental, no Museu da República, no Rio de Janeiro.

Em 2003 lançou o cd ÁGUA de CHUVA com o CAMA de GATO no Mistura Fina e logo após foi com o grupo para Quito , Equador. Em 2004 lançou o cd TOM e no final do ano foi convidado para lecionar na Universidade San Francisco de Quito durante 3 meses e meio.

Em 2005 tocou com CHARLIE HADEN, ALAN BROADBENT e RUTH CAMERON na Universidade Estácio de Sá na Barra da Tijuca. Em julho tocou nos Festivais de Jazz de Malta e San Juan Le Pin , na França, com o grupo Cama de Gato.

Em 2006 Pascoal Meirelles comemora 40 anos de trajetória profissional com "Quarenta", CD que resume sua carreira.

"Quarenta" reúne o melhor do Pascoal Meirelles Trio, do Pascoal Meirelles Sexteto e do grupo Cama de Gato. De lambuja, uma participação especialíssima do trompetista Cláudio Roditi. O CD tem canções de Pascoal e de compositores homenageados do naipe de Tom Jobim, Edu Lobo e Luis Bonfá.